• Banner-Polo-06

MNPEF Nacional

SOBRE O PROGRAMA



O Programa Nacional de Mestrado Profissional em Ensino de Física (MNPEF) é um programa nacional de pós-graduação de caráter profissionalizante, voltado a professores de ensino médio e fundamental com ênfase principal em aspectos de conteúdos na Área de Física. É uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Física (SBF) com o objetivo de coordenar diferentes capacidades apresentadas por diversas Instituições de Ensino Superior (IES) distribuídas em todas as regiões do País.

O objetivo é capacitar em nível de mestrado uma fração muito grande professores da Educação Básica quanto ao domínio de conteúdos de Física e de técnicas atuais de ensino para aplicação em sala de aula como, por exemplo, estratégias que utilizam recursos de mídia eletrônica, tecnológicos e/ou computacionais para motivação, informação, experimentação e demonstrações de diferentes fenômenos físicos.

A abrangência deste Programa pretende ser nacional e universal e estar presente em todas as regiões do País, sejam elas localizadas em capitais ou estejam afastadas dos grandes centros. Fica então clara a necessidade da colaboração de recursos humanos com formação adequada localizados em diferentes IES. Para tanto, este Programa estará organizado em Polos Regionais, hospedados por alguma IES, onde ocorrerão as orientações das dissertações e serão ministradas as disciplinas do currículo. Fica igualmente claro que o esforço necessário para este mestrado requer também a participação e/ou colaboração de centros já existentes onde ocorrem mestrados profissionais em ensino de Física.

Os Polos Regionais estarão localizados em IES e serão formados por docentes destas instituições, devidamente credenciados. Cada polo contará com um coordenador local, que deve gerenciá-lo implementando as ações decididas pelo Conselho de Pós-Graduação do MNPEF, prestar contas e solicitar recursos tanto junto às agências de fomento e à direção da sua IES quanto junto ao Conselho de Pós-Graduação. Os Polos Regionais podem ser formados por mestrados profissionais já existentes, que recebem o selo de participantes do Mestrado Nacional, como podem ser formados ab initio pelas IES, visando a participação no Mestrado Nacional.

Os alunos do MNPEF serão selecionados entre professores da Educação Básica em atividade, por meio de entrevista, análise de currículo e de uma prova, elaborada e corrigida pela Comissão de Pós-Graduação do MNPEF.

As atividades serão principalmente presenciais e poderão estar estruturadas de forma a possibilitar que alunos (que serão professores do Educação Básica) provenientes de localidades próximas possam continuar a ministrar suas aulas. Prevê-se que o MNPEF deva ser cumprido em 24 meses, durante os quais os participantes cursarão sete disciplinas de pós-graduação e produzirão um trabalho de conclusão de curso sob a orientação de um professor cadastrado no programa. Prevê-se a concessão de bolsas de estudo para os estudantes e auxílio transporte para os que habitarem em localidades diferentes daquela onde realizam suas atividades relacionadas ao MNPEF.

Finalmente, prevê-se que os orientadores e polos devam receber taxas de bancada que possibilitem a execução dos projetos de mestrado. O MNPEF será gerido por um Coordenador e um Coordenador Substituto, além de um Conselho e uma Comissão de Pós-Graduação nacionais que  centralizarão as decisões estratégicas e acadêmicas, respectivamente.

Inicialmente o MNPEF constituiu-se pelo Conselho e Comissão de Pós-Graduação indicados pela Diretoria da SBF, que ficaram imediatamente encarregados de fazerem uma chamada para a criação de polos regionais. Com essa chamada pretendeu-se que IES que já tenham Mestrados  Profissionais em Ensino de Física possam tornar-se parte deste MNPEF.



(Extraído da Proposta do Programa Nacional de Mestrado Profissional em Ensino de Física/CPG MNPEF) [PDF]
 

Recomendar esta página via e-mail: